quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Como colocar seu Corolla a 250 km/h


Além do crescimento expressivo de vendas e da liderança no segmento de sedãs médios que assumiu, o novo Corolla deu uma satisfação a mais à Toyota: conseguiu rejuvenescer a imagem do modelo, desgastada pelo estilo sem atrativos da antiga geração, a ponto de torná-lo um carro desejado também pelo público jovem e pelos adeptos da preparação.

Claro, não se trata apenas do desenho moderno e elegante. O desempenho melhorou muito com o novo motor de 1,8 litro com variador de fase, VVTi, de 136 cv, e há uma versão 1,6 também com VVTi e 110 cv, quase a potência do antigo 1,8. Além disso, o comportamento dinâmico está melhor e o carro todo transparece maior apelo esportivo, mesmo que sua proposta original seja a de um sedã familiar.

Dentro dessa proposta, o Corolla não combina com o funcionamento irregular e a falta de torque de baixa rotação que geralmente resultam de uma preparação aspirada (sem uso de superalimentação) mais ousada. Por isso, está certo o leitor em procurar o uso de turbocompressor e de óxido nitroso, o primeiro responsável por um ganho de potência quase linear, o segundo apto ao uso esporádico e sem qualquer influência negativa no funcionamento do motor enquanto não é acionado.

O BCWS simulou três receitas para o Corolla:
Preparação leve (em roxo) - Para atender à solicitação por uma preparação mais leve, envolve somente a troca do filtro de ar por um esportivo de menor restrição, a do coletor de escapamento por um dimensionado, assim como todo o sistema de escapamento (não apenas o silenciador, que não afeta o rendimento), e um ajuste nas curvas de ignição e alimentação, com aumento da rotação de corte para 7.500 rpm, podendo essas alterações serem feitas por um remapeamento. Tais alterações aumentam a capacidade do motor de admitir ar em altas rotações, o que permite alimentá-lo com uma quantidade maior de combustível e conseqüentemente produzir mais potência.

Preparação com turbo (em verde):
Adicionar turbo ao Corolla não oferece dificuldades no mercado atual de preparação. Capitais como Rio de Janeiro, Belo Horizonte e principalmente Curitiba e São Paulo se tornaram grandes centros que não devem nada ao que é feito nos EUA ou Europa: toda espécie de peças, profissionais e refinamentos pode ser encontrada, só dependendo do limite do bolso do proprietário.
Uma preparação com turbocompressor trabalhando a 0,6 kg/cm² de pressão máxima, com resfriador de ar (intercooler), permite continuar usando gasolina sem precisar alterar a taxa de compressão original de 10:1. É preciso, porém, recorrer a um bom preparador que consiga uma ótima afinação de avanço de ignição e alimentação para conseguir equilíbrio entre desempenho, consumo e durabilidade.

Turbo e óxido nitroso (em vermelho):
Para apimentar ainda mais o Corolla, um kit de injeção de óxido nitroso, o popular nitro, pode ser adicionado à preparação anterior. Com uma regulagem para adicionar 60 cv, o kit pode ser usado ainda mantendo gasolina devido a suas propriedades refrigerantes.

Confira os resultados da simulação das três receitas, ao lado do motor original, em azul:

(VEJA A TABELA DO INICIO!)


Os resultados O Corolla responde bem a todas as preparações sugeridas. Mesmo com a mais leve, de custo relativamente reduzido, consegue-se um ganho de mais de 1,2 s na aceleração de 0 a 100 e de 10 km/h na velocidade final. Não é em qualquer carro que se consegue isso com um leve afinamento (tuning, na expressão inglesa que se popularizou para todo tipo de personalização) de motor.Para conseguir tal rendimento, contudo, é imprescindível que o limite de corte da injeção seja mudado. Sem essa providência todas as marchas devem ser trocadas no limite de giros: logo no ponto em que o motor estaria para dar seu melhor, a injeção corta e a aceleração se interrompe. Nesse caso, o 0-100 não se dá em menos de 10,7 s, resultado decepcionante.



Fonte: http://www2.uol.com.br/bestcars/cp2/corolla-1.htm

3 comentários:

Indigente Virtual disse...

muito completo seu blog, parabens pelo excelente trabalho

Anônimo disse...

Woah! I'm really digging the template/theme of this blog. It's simple, yet effective.

A lot of times it's tough to get that "perfect balance" between user friendliness and visual appeal. I must say you have done a very good job with this. Also, the blog loads super fast for me on Safari. Exceptional Blog!

Feel free to visit my web site Jan ()

Anônimo disse...

Magnificent beat ! I wish to apprentice while you amend your website, how could i subscribe
for a blog web site? The account aided me a acceptable deal.
I had been a little bit acquainted of this your broadcast offered bright clear concept

My web-site - hello world ()